31 de dez de 2007

Então vem, 2008, vem


"Porque o tempo é uma invenção da morte:
não o conhece a vida - a verdadeira -
em que basta um momento de poesia
para nos dar a eternidade inteira."

(Mário Quintana)

Foto: Eixão, Brasília, manhã de uma segunda-feira de dezembro.